domingo, 15 de setembro de 2013

(de)lírio roxo

"Em frente à casa amarela em Arles havia um canteiro de lírios. Ou seria na cabeça amarela de Van Gogh que esses lírios floresciam? Inclino-me mais pela segunda hipótese. Ou não sofresse Van Gogh delírios." 

Jorge Sousa Braga, in "O lírio que há no delírio"

8 comentários:

  1. A beleza da simplicidade. O fundo destacou muito bem esta elegante flor.

    ResponderEliminar
  2. uma seta de azul à espera de soltar-se...

    belíssimo

    ResponderEliminar
  3. Remus, obrigada pela visita e coment!
    Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  4. herético, muito obrigada pelas poéticas e criativas palavras aqui deixadas!
    Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  5. Adoro Van Gogh, adorei a fotografia.

    ResponderEliminar
  6. Adorei a foto e foi uma excelente escolha para o desafio do Flinpo.
    Gostei das cores e do fundo branco que suavizou a imagem.
    Bjos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Jéfferson, obrigada! Beijinhos e boa semana :)

      Eliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.